Abraão Batista (Juazeiro/CE)

Poeta, xilógrafo, gravador, escultor e ceramista. Abraão Batista tem como marco inicial de seus trabalhos o ano de 1968, quando ocorreu o episódio do Papa da época cassar 44 santos católicos. Herdeiro dos grandes cordelistas e do Mestre Noza, mestre maior do artesanato Juazeirense,  funda o Centro de Cultura Mestre Noza e a Associação dos Artesãos do Padre Cícero, com o objetivo de congregar os artesãos de Juazeiro contribuindo para a organização e valorização da atividade de artesanato na cidade. Dentre sua vasta produção que ultrapassa mais de 200 títulos, destaca-se o “O Homem que Deixou a Mulher para Viver com uma Jumenta na Paraíba”. Membro fundador da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, com sede na cidade do Rio de Janeiro.

facebook.com/mura.batista?fref=ts

https://memoriasdapoesiapopular.wordpress.com/2014/12/03/poeta-abraao-batista-sintese-biografica/

https://www.youtube.com/watch?v=9lKNKGKrH0k